sábado, 6 de fevereiro de 2010

As surpresas da semana

1 - Lisboa debaixo de terra: As Galerias Romanas da Rua da Prata.

2 - Como se faz uma Tela Bag. Não há duas iguais.

3 - Apelo - Em defesa das árvores de Sintra.

4 - Passatempo Abreu: o Dia de São Valentim é já a 14 de Fevereiro, mas a Abreu decidiu prolongar o romantismo mês fora: até dia 28, basta enviar uma mensagem à cara-metade através do site para se habilitar a duas noites para dois no Dom Pedro Palace, um cinco estrelas em Lisboa.

5 - Crianças ricas. São 5,7 centímetros mais altas. Investigadores avaliaram a evolução da estatura dos alunos do Colégio Militar e da Casa Pia no último século. Resultados mostram desigualdade.

6 - O Centro Vegetariano promove em 2010 um concurso de mérito académico. O melhor trabalho de nível superior recebe um prémio de 500 Euros. O melhor trabalho de nível secundário recebe um prémio de 300 Euros. Os bons trabalhos, mesmo que não sejam os melhores do seu nível, poderão receber certificados de mérito e/ou outros prémios do Centro Vegetariano. Prazo para submissão de trabalhos: 1 de Fevereiro a 31 de Maio de 2010.

7 - Cascais: 3675 voluntários ajudaram a plantar 50 mil árvores.

8 - A Salsa tem para oferecer 20 pares de calças Two. Participa com uma frase até até 17 Fevereiro 2010.

9 - A experimentar em breve: Bolo de Café.

10 - Passatempo de Dia de São Valentim 2010: o Miau tem para oferecer estada de 1 noite em quarto duplo no Your Hotel & Spa. Envia um piropo à tua cara metade até 14 Fevereiro 2010.

11 - Acrescente um ar primaveril à decoração da sua casa com a beleza e graciosidade das borboletas. Fácil e rápido de fazer, este bonito quadro bordado a ponto de cruz dará uma sensação de frescura onde quer que seja colocado.

12 - Após o megasucesso das festas-flash, e seus respectivos vídeos, na Portela, a TAP já começou a explorar o filão noutras paragens: ontem, dia do padroeiro da cidade (São Sebastião), foi no Rio de Janeiro, Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), numa dança que homenageia a cidade, os cariocas e Jobim.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

37 anos, hoje é o dia do meu aniversário! (post repetido)

"As aquarianas são originais, inteligentes e humanitárias por isso, gostam de lutar por causas positivas e de planear um futuro feliz. Têm, na generalidade, personalidade forte e tolerante. Por outro lado, são imprevisíveis, "do contra" e não compreendem a complexidade emocional. Detestam a solidão, rotinas e imitações."

Revista Vogue - Fev 2008
Stock Sale - Tudo a 5 euros
4 a 20 Fevereiro 2010
A Outra Face da Lua
Rua da Assunção, 22 (Baixa) - Lisboa
E-mail: www.aoutrafacedalua.com
Telf.: 218 863 430
www.aoutrafacedalua.com

"Teremos milhares de peças de roupa Vintage, com reposição diária!"

clique na imagem para ampliar

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

SEIVA - A Sobrevivência dos Cactos
de Lucília Raimundo
9 de Fevereiro 2010, às 19h
Salão Nobre do Teatro Nacional D.Maria II

Praça D. Pedro IV
Tel.: + 351 213 250 800
Email: geral@teatro-dmaria.pt
Entrada Livre

clique na imagem para ampliar

"Numa terra árida e quente, apenas pontuada por alguns cactos, uma mãe (Hécuba) e duas filhas (Yerma, a filha biológica, e Ofélia, a filha adoptiva), nunca param, como se cumprissem uma espécie de penitência. Todas escondem segredos que, pouco a pouco, vão sendo confessados, e mantêm-se auto-suficientes graças aos cactos que vão comendo. Mas caminhar para onde e para quê? O que fazer quando descobrem que todas partilham do mesmo desejo, o de assumir as suas verdadeiras identidades?

Hécuba – A vida vive-se, não espera que a vivamos. As coisas acontecem.
Ofélia – E como é que vives depois de ser atropelada por um camião?
Hécuba – Levantas-te e caminhas, Lázaro.
Ofélia – Até quando?!
Hécuba (austera) – Até teres esgotado realmente as tuas energias. (pausa; o tom adocica-se) Às vezes, quando pensas que estás morta, descobres que ainda podes arrastar-te mais um pouco e, com o tempo, recobras as forças."

In TNDMII

SOS HAITI - Noite Solidária
6 Fevereiro, 23h45
Sinners in Heaven/BBC
Avenida Brasília - Belém, Lisboa

clique na imagem para ampliar

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Actriz, escritora e compositora
Rosa Lobato Faria morreu aos 77 anos


"A actriz, escritora e compositora Rosa Lobato Faria, de 77 anos, morreu hoje depois de ter sido internada há uma semana com uma anemia grave num hospital privado de Lisboa. O seu editor na ASA e agora na PortoEditora, Manuel Alberto Valente, recorda-a como "uma pessoa extraordinária" e revela que Lobato Faria desejava publicar um novo romance este ano. Lauro António, realizador, frisa que "ela deixa uma marca forte no mundo do espectáculo e da cultura portuguesa".
Rosa Lobato Faria estava internada num hospital privado de Lisboa há uma semana devido a anemia e já há mais de seis meses que sofria de complicações devidas a uma cirurgia motivada por uma infecção intestinal. É viúva de Joaquim Figueiredo Magalhães, editor literário, desde 26 de Novembro de 2008.
O corpo de Rosa Lobato Faria vai estar amanhã de manhã na Igreja de Santa Isabel, perto do Largo do Rato, em Lisboa, onde decorrerá uma missa pelas 15h00, disse à Lusa um familiar. Depois da celebração, o funeral sairá para um cemitério de Lisboa, mas a fonte disse ainda desconhecer qual. Sendo que a actriz será cremada, os cemitérios de Alto S. João e Olivais são as únicas possibilidades em Lisboa.
"É uma grande dor e uma grande perda", lamenta Manuel Alberto Valente ao PÚBLICO, que editou o primeiro romance da autora - "Para além de ser muito bem escrito, trazia para a área da ficção essa marca poética muito forte de todo o trabalho dela" - e quase toda a sua obra desde então.
"Foi crescendo entre nós uma amizade muito grande. Eu era uma das primeiras pessoas a ler cada original que ela terminava. Tinha prometido entregar-nos brevemente o novo romance que queria publicar ainda este ano. Não sei em que fase estava da escrita desse romance, mas vou agora tentar saber junto da família."
Lauro António, realizador de cinema que dirigiu Rosa Lobato Faria em "Paisagem Sem Barcos" (1983) e "O Vestido Cor de Fogo" (1986), elogia a sensibilidade e a elegância da actriz, que "ao mesmo tempo [era] muito intensa ao nível das suas convicções e paixões". O realizador assinala ainda que "a imagem que se tinha dela correspondia muito à sua essência. Tinha uma beleza interior e exterior e uma certa serenidade – curiosamente aproveitei essa serenidade para lhe dar papéis em que era fria, distante, personagens um pouco hipócritas".
"E, não sendo uma feminista militante, tinha uma personalidade forte, e deu um bom retrato da mulher, ajudando a alterar a imagem da mulher em Portugal nos últimos 50 anos", sublinha Lauro António ao PÚBLICO.
O Ministério da Cultura manifestou, em comunicado, "grande pesar pelo falecimento" da poetisa e romancista, destacando que "a actividade que desenvolveu na área da escrita, fundamentalmente como autora de romances, mas também de poemas, contos, peças de teatro, argumentos para televisão e letras de músicas e, ainda, como actriz em filmes e séries televisivas constituem um legado que atesta a sua criatividade e extrema sensibilidade e que perpetuará como fonte de inspiração para novas gerações".

Da poesia ao romance

A escritora (poeta e romancista) e actriz nasceu em Lisboa em abril de 1932. O seu primeiro romance, "O Pranto de Lúcifer", foi editado em 1995, mas publicara já antes vários volumes de poesia - como "Os Deuses de Pedra" (1983) ou "As Pequenas Palavras" (1987). O essencial da sua poesia está reunido no volume "Poemas Escolhidos e Dispersos" (1997). Em 1999, na ASA, publica "A Gaveta de Baixo", um longo poema inédito acompanhado por aguarelas do pintor Oliveira Tavares.
Como romancista publicou ainda "Os Pássaros de Seda" (1996), "Os Três Casamentos de Camilla S." (1997), "Romance de Cordélia" (1998), "O Prenúncio das Águas" (1999, que foi Prémio Máxima de Literatura em 2000) e "A Trança de Inês" (2001). Escreveu também "O Sétimo Véu" (2003), "Os
Linhos da Avó" (2004), "A Flor do Sal" (2005), "A Alma Trocada" (2007) e "A Estrela de Gonçalo
Enes" (2007), além de ter assinado vários livros infantis. Os dois primeiros romances tiveram tradução na Alemanha e "O Prenúncio das Águas" foi publicado em França pelas Éditions Métailié. O seu último livro, "As Esquinas do Tempo", foi publicado em 2008 pela Porto Editora.
Como actriz, Lobato Faria integrou o elenco da primeira novela portuguesa, "Vila Faia" (1983), e trabalhou com Herman José em "Humor de Perdição" também como argumentista. Filmou com João Botelho ("Tráfico, de 1998, e "A Mulher Que Acreditava Ser Presidente dos Estados Unidos da América", de 2003). Foi também dirigida por Lauro António em "Paisagem Sem Barcos" (1983) e "O Vestido Cor de Fogo" (1986). Estreou-se como locutora na RTP na década de 1960.
Escreveu ainda dezenas de letras para canções, muitas delas para festivais da canção. Entre elas o conhecido "Chamar a Música", interpretado por Sara Tavares."

In Jornal Público

Convite Lançamento Livro
Mar das Especiarias, A Viagem de Um Português pela Indonésia
de Joaquim Magalhães de Castro
4 Fevereiro 2010, 18h30
Salão Nobre do Palácio da Indepedência
Largo de São Domingos, 11
Lisboa
clique na imagem para ampliar

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Igrejas Modernas de Lisboa - 6º Itinerário Temático
6 Fevereiro 2010
Igreja do Sagrado Coração de Jesus, Lisboa
Inscrições até 4 Fevereiro
Informações: Andrea Tostões - Tel. 218810500
E-mail:
ccultural@patriarcado-lisboa.pt
Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa
Mosteiro de São Vicente de Fora
Campo de Santa Clara - 1100-472 Lisboa
"Promovendo o vasto património histórico e artístico da Diocese de Lisboa, os Itinerários Temáticos em Igrejas de Lisboa pretendem transportar todos os participantes à fruição e observação de obras de arte consideradas exemplares. Com início na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, o presente programa terá a duração de um dia e inclui, durante a manhã, duas conferências, uma visita guiada e almoço e, durante a tarde, três itinerários a igrejas de Lisboa, representativas da temática proposta. Será conduzido pelos arquitectos José Manuel Fernandes e João Alves da Cunha."
Programa do itinerário
10:00 h Recepção dos participantes Igreja do Sagrado Coração de Jesus
10:30 h Abertura
10:45 h Conferência Arquitectura Religiosa Moderna em Portugal - alguns temas, Arq. José Manuel Fernandes 11:15 h Intervalo
11:30 h Conferência Breve história pelas igrejas da Diocese de Lisboa (1910-2010) - leitura litúrgica, pastoral e arquitectónica, Arq. João Alves da Cunha
12:00 h Visita à Igreja do Sagrado Coração de Jesus
13:00 h Almoço
14:30 h Saída
15:00 h Visita à Igreja de Nossa Senhora de Fátima
16:00 h Visita à Igreja de Santo António de Moscavide
17:00 h Visita à Igreja do Convento de São Domingos
17:00 h Regresso Igreja do Sagrado Coração de Jesus

Modalidades

COMPLETO: 2 Conferências; 4 Visitas Guiadas; Transporte entre Igrejas; Certificado Participação; Almoço e Coffee break - 40 € (CCPL) e 45 € (Público geral)

MANHÃ: 2 Conferências; 1 Visita Guiada e Coffee break - 20 € (CCPL) e 25 € (Público Geral)

TARDE: 3 Visitas Guiadas e Transporte entre Igrejas - 20 € (CCPL) e 25 € (Público Geral)

*Almoço e certificado de participação apenas incluindo no itinerário completo
** Os participantes inscritos na modalidade da tarde deverão aguardar junto ao local da partida, junto à Igreja de Nossa Senhora de Fátima

clique na imagem para ampliar

In Centro Cultural

Apresentação de Livro
A Tragédia da Rua do Arsenal - Jean Pailler
3 Fevereiro 2010, às 18h30
Bulhosa Entrecampos
Apresentação: Júlio Conrado
www.bulhosa.pt

clique na imagem para ampliar

domingo, 31 de janeiro de 2010

As imagens da semana

Esta semana decorreu um pequeno encontro de Azeites & Vinagres (27 Janeiro 2010) na ViniPortugal, na Sala Ogival de Lisboa, com a presença da Chef Vasco Alves da Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, que patrocinou algumas receitas, onde o elemento essencial era o azeite, confeccionadas através da gastronomia molecular.
Um encontro agradável, com informações bastantes úteis, mas muito curto e com falta de uma prova de vinhos para acompanhar os pequenos acepipes (magnificamente apresentados), do qual o gelado de Azeite foi o meu eleito.
São eventos que se deviam repetir, conjugando alunos (como era o caso dos presentes, da Escola de Hotelaria) com pessoas mais experientes, adicionando um público interessado e ávido de boa comida (e com entrada livre).
Parabéns pela iniciativa.
Boa semana!